quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Dia 39 - Vasily me mata!!!

Hoje, pela primeira vez, cheguei ao fim do dia e apaguei. Esgotei as pilhas! Depois de um dia de visita ao Prado e passeios pelas grandiosas calles de Madrid, tive tempo apenas de vir a casa lanchar, mudar de roupa e correr para a aula do Vasily. A de verticais, claro!
Só para terem uma ideia, estávamos na aula a comentar que quando passamos fora da tenda e ouvimos gritos de dor e sofrimento vindos de dentro, sabemos que é uma aula do Vasily...
Depois de esgotar toda a força de braços, ombros e abdominais, restava-me apenas a mobilidade das pernas, pelo que aproveitei o fim da aula para treinar flexibilidade nos espargatas. De modo que o regresso a casa foi um bocadinho complicado. A força restante chegou apenas para o banho, jantar e arrastar-me até à caminha, onde acabei por desmaiar! Uma delícia!!!

A chuva parece estar a abrandar, embora continue renitente em abandonar Madrid. Neve, já só no alto das montanhas que se vêem da minha varanda... Ainda não é desta!

A Joaninha passeia-se alegremente no cortinado e o Tobias já não sabe para que lado se voltar, com a crescente escolha de chocolates disponível no armário da cozinha! Ainda vai acabar por ter um chelique!!!

1 comentário:

  1. Vida dura, vida dura, muito sofrimento. Compensa com chocolates!

    ResponderEliminar